sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

fee. vieira (oq há()

não há pra onde ir, não há sonhos pra sonhar, perdido aqui, queria me encontrar, por ao menos 1 segundo. já tentei sorrir... mas tardes escuras veem me responder oq eu ñ queria lembrar, minha corrida fugitiva é em vão, ñ posso correr do meu próprio coração. oq fazer???
açeitar e conviver com a dor....